First Man e If Beale Street Could Talk: o segundo round de Damien Chazelle e Barry Jenkins

Uma vez que First Mans e If Beale Street Could Talk já receberam os seus primeiros trailers, achei oportuno falar um pouco sobre dois dos filmes que provavelmente vão dominar a award season e que representam um reencontro interessante: mais uma vez, Damien Chazelle e Barry Jenkins vão dar que falar na mesma temporada de prémios e, quem sabe, competir pelos galardões principais.

Em 2016, os dois realizadores lançaram os filmes que dominaram todas as conversas do ano e acabaram por limpar quase todas as cerimónias de prémios. No caso de Chazelle, foi o seu musical La La Land, que aproveitou o enorme hype do circuito de festivais para se tornar um monstro de bilheteira e arrebatar aplausos de todos os setores da crítica. Para Jenkins, foi o seu íntimo Moonlight, um drama épico escondido num aparente pequeno filme, mais apontado para as audiências indie, mas igualmente consagrado.

Nesse ano tivemos uma corrida atípica. A certo ponto, La La Land começou a passar à frente nos prémios. Com uma vitória histórica nos Globos de Ouro, parecia que os Oscars seriam a noite de sonho de Chazelle. E foram, durante breves momentos. Como todos se recordam, La La Land ainda foi apresentado como melhor filme, devido a uma troca de envelopes, mas o verdadeiro vencedor era Moonlight. Barry Jenkins ganhava o final da corrida, mas Chazelle saía com a honra de ser o mais novo de sempre a ganhar o Oscar de melhor realizador.

Quis a vida que os dois realizadores lançassem dois novos filmes em 2018, e que ambos sejam já apontados como favoritos aos galardões do ano. Damien Chazelle regressa com First Man, que vai abrir o Venice Film Festival, esperando carregar o momentum que aí conseguir arrecadar para o resto do ano. Já Barry Jenkins volta com If Beale Street Could Talk, que vai ser exibido no Toronto International Film Festival.

Os conceitos e escalas dos filmes são totalmente diferentes. No caso de First Man, é um épico sobre Neil Armstrong, analisando a vida do primeiro homem a pisar a lua. Ryan Gosling interpreta Armstrong num papel que promete dar que falar na categoria de melhor ator, e o elenco é completo por talentos como Claire Foy e Kyle Chandler. O trailer promete visuais que merecem ser vistos em IMAX, e há potencial para uma biografia potente sobre uma figura central dum dos momentos mais marcantes da história.

If Beale Street Could Talk acompanha um casal negro, prestes a casar-se, em que o namorado é acusado de uma violação que o manda para a prisão. Nos tempos em que vivemos, esta é daquelas histórias que infelizmente parece que vai levantar forte questões sobre as tenções raciais que ainda se fazem sentir. O trailer é maravilhoso, por si só valendo como uma peça de arte, e Jenkins pode muito bem ter aqui mais um vencedor.

Estamos perante dois filmes radicalmente diferentes, mas ambos se apresentam desde já como favoritos à award season que se avizinha. É claro que não são os únicos: filmes como BlacKkKlansman, A Star is Born, The Favourite, Boy Erased, Widows Beautiful Boy são apenas alguns dos nomes que já chamam a atenção, e certamente outros irão conseguindo destaque nos festivais que se aproximam. No entanto, é algo curioso que Chazelle e Jenkins (possivelmente ou provavelmente) se voltem a “enfrentar”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: