Crítica: Lego Batman: O Filme (The LEGO Baman Movie) – 2017

Quando em 2014 vi “O Filme Lego”,  fiquei totalmente surpreendido. As minhas expetativas não eram muito altas, e até aí pensava que o filme tinha sido feito apenas para capitalizar numa marca conhecida. Nunca estive tão feliz por estar errado. Aquilo com me deparei foi um filme de animação extremamente criativo, e dos mais originais em muito tempo. E assim, três anos depois chega às salas o primeiro spin-off:”Lego Batman: O Filme”, o que é extremamente adequado, visto que Batman era das melhores personagens do original.

Para começar, “Lego Batman” tem piada. Às vezes é mesmo hilariante. O filme começa logo numa nota extremamente alta, que não vou revelar porque acho que merece ser vista. De seguida, acontece algo tão anárquico, tão espetacular, que é o sonho de qualquer fã de Batman, e algo que nunca seria possível num filme de imagem real: em menos de 10 minutos, o cavaleiro das trevas luta com quase todos os vilões da série. É algo que é glorioso de se ver, e que mostra logo que os fãs estão perante algo que foi feito a pensar neles.

E de facto, “Lego Batman” é principalmente para os admiradores do homem morcego. É claro que as crianças se vão divertir, mas os que conhecem a fundo a saga é que vão sair daqui com as medidas preenchidas. São vários os piscares-de-olho ao passado do cavaleiro das trevas, alguns mais claros, outros nem tantos. Alguns dos melhores envolvem as referências a “Batman v Superhomem” , sendo que o filme não se impede de gozar com o universo atual da DC. Também há uma piada sobre “Esquadrão Suicida” que é genial.

Depois, esta não é a história típica de Batman. É um retrato que, de certa forma, é mais íntimo, mostrando o herói em situações caseiras e pessoais. É algo que eu não sabia que precisava de ver até ver. A história apresenta quase todas as personagens icónicas de Batman, como Joker, Bane, Duas-caras, O Enigma, Robin, Gordon, Alfred, Bat-girl, e muitas, muitas ouras (incluindo uma breve aparição da Liga da Justiça). Visto que não consegui ver a versão original, não posso avaliar o trabalho vocal da versão inglesa, mas posso dizer que a portuguesa é das melhores do género.

E tal como já referi, o grande atrativo de “Lego Batman” é o humor, que é disparado em todas as direções e contra todos. Não é só a DC que é gozada, até a Marvel é, e existem momentos de crítica à sociedade atual que são hilariantes.

Outro aspeto importante do filme é que mostra que este universo cinematográfico da Lego é provavelmente infinitamente expansível. Não posso explicar porquê, pois isso entraria em terreno de spoilers, mas existem momentos neste filme que são provavelmente sonhos que muita gente nunca pensou ver cumpridos no grande ecrã. Quando virem o filme vão perceber.

Assim, “Lego Batman: O Filme” é mais uma adição de peso ao universo cinematográfico da Lego, e um excelente filme de Batman. Everything is awesome!

Nota final: 8/10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: